O Programa de Pós-Graduação em Ecologia da USP em Números

 

As tabelas a seguir mostram os  indicadores quantitativos de nossa auto-avaliação, e que são apresentados à CAPES. Os títulos das seções são os itens da ficha de avaliação utilizada pela CAPES.

Estes indicadores são apenas parte da auto-avaliação, e que estão contextualizados, discutidos, e acompanhados de avaliação qualitativa em nossos relatórios anuais, disponíveis na seção "Avaliação da CAPES" neste site. A ficha de avaliação também está disponível nesta seção.
 

Articulação, aderência e atualização das áreas de concentração,  linhas de pesquisa, projetos em andamento e estrutura curricular.

 

Tabela 1 - Distribuição dos recursos humanos e atividades entre as linhas de pesquisa do PPGE-USP no quadriênio 2017-2020. NP = docentes do Núcleo Permanente. PG = Pós-graduação

 

 

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES, COMUNIDADES E ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA EVOLUTIVA E COMPORTAMENTAL

ECOLOGIA APLICADA

Número de projetos

11

11

12

Número de docentes

15

14

16

Número de NP responsáveis por projetos

9

8

8

Número de discentes de PG

39

41

52

Número de discentes de graduação

10

18

16

Número de egressos

20

23

36

Número de participantes externos

55

29

88

Número de titulados no PPGE

17

20

30

Número de produções bibliográficas

276

251

326

Número de livros e capítulos

27

15

17

Número de produções técnicas

418

554

582

Número de artigos em periódicos

177

180

197

% de artigos percentil FI > 50 (1)

70

93

76

% de artigos percentil FI > 75

53

78

66

1. Os percentis de Fator de Impacto (FI) são os maiores valores encontrados na Base SCOPUS para o periódico no qual o artigo foi publicado, no ano de 2019. Valores obtidos de planilha enviada pela coordenação de área da Biodiversidade e complementados com consultas ao Scopus.

 

 

 

Tabela 2 - Número de disciplinas e turmas sob responsabilidade de docentes de cada linha de pesquisa no quadriênio 2017-2020. Disciplinas ou turmas com responsáveis em mais de uma linha são contabilizadas em cada linha de pesquisa.

 

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES, COMUNIDADES E ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA EVOLUTIVA E COMPORTAMENTAL

ECOLOGIA APLICADA

Total

Número de disciplinas oferecidas

18

20

11

49

Número de turmas

31

23

19

73

 

 

 

Tabela 3 - Atividades de monitoria de estudantes do PPGE-USP.

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Número de monitorias na graduação*

15,0

6

14

9

7

9,0

Número de disciplinas de graduação atendidas

11,0

4

10

6

6

6,5

Número de monitorias na pós-graduação*

14,0

16

14

13

16

14,8

Número de disciplinas de pós-graduação atendidas

2,5

2

4

1

3

2,5

* O mesmo aluno pode contar mais de uma vez se foi monitor em mais de uma disciplina.

 

 


 

Perfil do corpo docente, e sua compatibilidade e adequação à proposta do programa

 

Tabela 4 - Caracterização do corpo docente do PPGE-USP.

 

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

No. de docentes permanentes

25,3

24

25

25

25

24,8

No. de docentes colaboradores

6,5

9

7

7

8

7,8

N. colaboradores jovens doutores

0

3

2

2

3

2,5

No. de docentes visitantes

2,5

2

3

4

4

3,3

No. total de docentes

34,3

35

34

36

37

35,5

Razão Colaboradores/NP (1)

0,28

0,21

0,16

0,16

0,20

0,18

% NP com bolsa de prod. CNPq (2)

56,5

58

56

50

50

53,5

% NP exclusivos

57,7

54

48

48

52

50,5

1. Não inclui os docentes visitantes e os jovens doutores credenciados como colaboradores.

2. Inclui apenas pesquisadores sediados no Brasil

 

 

 

Tabela 5 - Percentual dos docentes do Núcleo Permanente que se envolveram nas atividades de docência e orientação nos quadriênios 2013-2016 e 2017-2020. IC = iniciação científica e TCC = trabalho de conclusão de curso.

 

Atividades

2013-2016

2017-2020

Esteve no NP por 4 anos

79%

79%

Ministrou disciplinas no PPGE

82%

86%

Ministrou disciplinas no PPGE em pelo menos dois anos

57%

61%

Teve orientações no PPGE, no período

100%

96%

Teve orientação concluída no PPGE no período

86%

82%

Ministrou disciplinas na graduação

75%

79%

Orientou IC, TCC de graduação ou tutoria na graduação

69%

76%

Obs: Para os cálculos foram considerados todos os docentes que estiveram no NP em algum momento de cada quadriênio: 29 docentes no quadriênio 2013-2016 e 28 docentes no quadriênio 2017-2020.

 

 

Qualidade e adequação das teses, dissertações ou equivalente em relação às áreas de concentração e linhas de pesquisa do Programa.

 

 

Tabela 6 - Fluxo de discentes do PPGE-USP nos quadriênios 2013-2016 e 2017-2020.

 

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Alunos de mestrado ativos/ano

28,3

33

34

33

33

33,3

Alunos de doutorado ativos/ano

39,8

47

45

44

47

45,8

Mestrados defendidos

15,0

8

11

11

6

9,0

Doutorados defendidos

8,3

15

7

3

6

7,8

Número de mestres-equivalentes

35,8

45,5

28,5

18,5

21,0

28,4

Tempo de titulação mestrado (meses)

28,7

29,3

28,5

29,2

30,3

29,3

Tempo de titulação doutorado (meses)

49,3

49,4

47,8

50,9

51,5

50,6

 

 

 

Tabela 7 - Produção com discentes e/ou egressos de cada linha de pesquisa no quadriênio 2017-2020. DE = soma de discentes e egressos que participaram de cada linha de pesquisa no quadriênio.

 

 

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES, COMUNIDADES E ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA EVOLUTIVA E COMPORTAMENTAL

ECOLOGIA APLICADA

Razão produções bibliográficas/DE (1)

1,44

1,11

1,33

Razão N livros e capítulos/DE

0,09

0,07

0,06

Razão produções técnicas/DE

0,81

1,14

1,08

Razão artigos em periódicos/DE

0,87

0,67

0,80

% artigos em percentil de FI > 50 (2)

67

91

75

1 . Esta razão e as seguintes representam o número de produções da linha de pesquisa com autoria de discentes ou egressos dividido pela soma de discentes e egressos da linha de pesquisa no quadriênio.

2. Os percentis de Fator de Impacto (FI) são os maiores valores encontrados na Base SCOPUS para o periódico no qual o artigo foi publicado, no ano de 2019. Valores obtidos de planilha enviada pela coordenação de área da Biodiversidade e complementados com consultas ao Scopus.


 

Qualidade da produção intelectual de discentes e egressos

 

Tabela 8 - Perfil dos artigos publicados com discentes e/ou egressos nos quadriênios 2013-2016 e 2017-2020.

 

Indicadores

Total

2013-2016

Total

2017-2020

N de artigos (1)

226

256

% em relação ao total de artigos do PPGE

44,1

46,0

% de artigos em percentil de FI > 50 (2)

76,5

77,0

% de artigos com percentil de FI > 75

59,7

64,1

N de artigos / mestre-equivalente

1,6

2,3

N artigos em percentil de FI > 50 /mestre-equivalente

1,2

1,7

N artigos em percentil de FI > 75 /mestre-equivalente

0,9

1,4

1. Artigos com discentes ou egressos entre os autores. Os percentuais foram calculados com este denominador.

2. Os percentis de Fator de Impacto (FI) dos periódicos são os maiores valores encontrados na Base SCOPUS para o periódico no qual o artigo foi publicado, no ano de 2019. Valores obtidos de planilha enviada pela coordenação de área da Biodiversidade e complementados com consultas ao Scopus.

 

 

 

 

Tabela 9 - Percentual de discentes que foram autores(as) de cada tipo de produção nos quadriênios 2013-2016 e 2017-2020. Os percentuais dos quadriênios agregados são calculados em relação ao total de pessoas que constaram como discentes em qualquer momento do quadriênio.

 

Tipo de Produção (1)

Agregado 2013-2016

2017

2018

2019

2020

Agregado 2017-2020

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO

34,6

13,8

24,7

23,4

40,0

48,5

ARTIGO EM JORNAL OU REVISTA

3,7

3,8

3,9

0,0

1,3

4,4

ARTIGO EM PERIÓDICO

35,3

21,3

15,6

18,2

23,8

33,1

CURSO DE CURTA DURAÇÃO

10,3

12,5

2,6

20,8

3,8

20,6

DESENVOLVIMENTO DE MATERIAL DIDÁTICO E INSTRUCIONAL (2)

2,2

0,0

1,3

16,9

8,8

13,2

EDITORIA

0,7

0,0

0,0

0,0

1,3

0,7

LIVRO

6,6

2,5

3,9

1,3

6,3

8,1

ORGANIZAÇÃO DE EVENTO

9,6

12,5

19,5

20,8

3,8

22,1

OUTRO (palestras, pareceres, extensão)

56,6

41,3

22,1

58,4

12,5

68,4

PROGRAMA DE RÁDIO OU TV

0,7

0,0

0,0

2,6

5,0

4,4

SERVIÇOS TÉCNICOS

9,6

1,3

1,3

0,0

5,0

4,4

TRABALHO EM ANAIS DE EVENTOS

45,6

36,3

28,6

20,8

12,5

41,9

N de discentes

149

80

77

77

80

136

1. Categorias de produção usadas no Sucupira. Em "Outros" incluímos palestras, pareceres a revistas científicas e atividades de extensão que não se encaixavam nas outras categorias.

2. Na falta de melhor categoria, incluímos nesta material de divulgação científica.

 

 

Tabela 10 - Percentual de egressos que foram autores(as) de pelo menos um tipo de produção no quadriênio 2017-2020 (1). Os percentuais dos quadriênios agregados são calculados em relação ao total de pessoas que constaram como egressos em qualquer momento do quadriênio, excluindo-se os egressos de mestrado que ingressaram como discentes de doutorado.

 

Tipo de Produção (2)

2017

2018

2019

2020

Agregado 2017-2020

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO

3,19

2,94

4,04

0,00

6,85

ARTIGO EM JORNAL OU REVISTA

0,00

0,98

1,01

4,21

4,11

ARTIGO EM PERIÓDICO

24,47

35,29

30,30

46,32

52,05

CURSO DE CURTA DURAÇÃO

1,06

0,00

3,03

0,00

2,74

DESENVOLVIMENTO DE MATERIAL DIDÁTICO E INSTRUCIONAL (3)

0,00

0,98

2,02

8,42

6,85

EDITORIA

0,00

0,00

2,02

4,21

4,11

LIVRO

1,06

3,92

3,03

7,37

9,59

ORGANIZAÇÃO DE EVENTO

1,06

0,98

2,02

0,00

2,74

OUTRO (palestras, pareceres, extensão)

0,00

0,98

12,12

8,42

11,64

PROGRAMA DE RÁDIO OU TV

1,06

0,00

0,00

9,47

6,85

SERVIÇOS TÉCNICOS

0,00

0,00

0,00

9,47

6,16

TRABALHO EM ANAIS

3,19

6,86

7,07

5,26

11,64

N de egressos

94,00

102,00

99,00

95,00

146,00

1. Não foi possível fazer o cálculo para o quadriênio 2013-2016 porque os relatórios pelo Sucupira para este período não distinguem egressos de participantes externos.

2. Categorias de produção usadas no Sucupira. Em "Outros" incluímos palestras, pareceres a revistas científicas e atividades de extensão que não se encaixavam nas outras categorias

3. Na falta de melhor categoria, incluímos nesta material de divulgação científica.

 


 

Destino, atuação e avaliação dos egressos do programa em relação à formação recebida

 

 

Tabela 11 - Destino dos egressos do PPGE-USP até o final de 2020, por função e tipo de empregador. Os percentuais estão calculados sobre o total de egressos com ocupação conhecida ao final de 2020 (N = 428). A listagem dos egressos e seus destinos está disponível em nossa página (http://www.posecologia.ib.usp.br). EMP = Empresa, GOV = Governo, ONG = Organização não-governamental, ACAD = Academia.

 

 

FUNÇÃO

TIPO DE EMPREGADOR

EMP

GOV

ONG

ACAD

Total da linha

Técnico

46,3%

80,6%

72,0%

5,8%

33,9%

Prof. Univ.

0,8%

0,0%

0,0%

46,2%

22,7%

Pesquisador

0,0%

8,3%

16,0%

16,3%

10,3%

Autônomo(a)

32,5%

0,0%

0,0%

0,5%

9,6%

Pós-graduação

0,0%

1,4%

0,0%

16,3%

8,2%

Prof. Fund/Médio

20,3%

9,7%

12,0%

1,4%

8,9%

Pós-doc

0,0%

0,0%

0,0%

13,5%

6,5%

Total da coluna

28,7%

16,8%

5,8%

48,6%

 

 

 

 


 

Qualidade das atividades de pesquisa e da produção intelectual do corpo docente no programa

 

 

Tabela 12 - Síntese da produção acadêmica do PPGE-USP. D/E = discentes e/ou egressos.

 

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Artigos publicados (1)

128

129

139

129

159

139

% de artigos com percentil de FI > 50 (2)

79,9

79,1

77,0

84,5

77,4

79,3

% de artigos com percentil de FI > 75

61,9

64,3

64,0

69,0

65,4

65,6

Impacto relativo na área, FWCI (3)

1,73

1,81

1,83

1,84

1,32

1,72

Livros e capítulos de livro

28,8

11

11

12

26

15,0

Total de artigos com pós-docs (4)

10,7

12

22

17

15

16,5

1. Produção de todos os docentes, discentes e egressos. Não inclui a produção de pós-docs sem co-autoria de outros membros do PPGE-USP. Todos os percentuais foram calculados sobre este total.

2. Os percentis de Fator de Impacto (FI) dos periódicos são os maiores valores encontrados na Base SCOPUS para o periódico no qual o artigo foi publicado, no ano de 2019. Valores obtidos de planilha enviada pela coordenação de área da Biodiversidade e complementados com consultas ao Scopus.

3. Métrica "Field weighted citation impact" da plataforma SciVal, dos artigos que foi possível recuperar nesta base (379 artigos no quadriênio para 2013-2016 e 463 artigos para 2017-2020).

4. Inclui produção de pós-docs sem co-autoria com discentes, egressos ou docentes.


 

Qualidade e envolvimento do corpo docente em relação às atividades de formação no programa

 

 

Tabela 13 - Percentual das atividades de pesquisa e formação sob responsabilidade do núcleo permanente nos quadriênios 2013-2016 e 2017-2020.

 

Atividade

2013-2016

2017-2020

Projetos

80%

82%

Turmas

79%

81%

Orientações

89%

89%

Titulações

86%

87%

Obs: para os cálculos foram considerados todos os docentes que

estiveram no NP em algum momento de cada quadriênio

 


 

Impacto e caráter inovador da produção intelectual em função da natureza do programa

 

Tabela 14 - Indicadores de impacto e inovação da produção dos docentes do Núcleo Permanente, por quadriênio, calculados com a ferramenta SciVal da SCOPUS. As notas indicam a métrica usada para cada cálculo.

 

Indicadores

2013-2016

2017-2020

% de docentes NP com pelo menos dois artigos em periódicos com percentil de impacto > 75% (1)

97%

86%

% de docentes NP com pelo menos dois artigos entre os 25% mais citados da área no período (2)

79%

75%

% docentes com impacto relativo na área > 1 (3)

59%

61%

% Docentes com índice H > 7 (4)

75%

96%

% Docentes com índice H > 10

55%

88%

Índice H mediano do NP

11,5

18

Proeminência média dos 150 artigos mais proeminentes da produção (5)

98%

98%

Proeminência mediana de toda a produção (5)

89%

92%

1. "Publications in Q1 Journal Quartile by CiteScore" , para as publicações do NP na base Scopus

2. "Output in Top 25% Citation Percentiles (field-weighted)" para as publicações do NP na base Scopus

3 . "Field weighted citation impact" da plataforma SciVal, dos da produção de cada docente no quadriênio

4 - Índice H da base Scopus, calculado no fim do quadriênio, para docentes no NP de então.

5 - "Topic prominence percentile", para todos os artigos produzidos pelo PPGE-USP localizados nesta base para cada período, mas usando como referência os tópicos do período 2010-2019, porque o SciVal não permite delimitar os quadriênios nesta consulta.

 

 

Tabela 15 - Indicadores de integração entre os docentes do PPGE-USP e a graduação.

 

Indicadores*

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Trabalhos de iniciação científica*

34,8

40

45

48

38

42,8

Número de docentes orientando graduandos

16,3

15

20

18

16

17,3

% do NP com disciplinas na graduação

80,8

79,2

88,0

88,0

80,0

83,8

* Cadastramos no Sucupira estudantes de graduação com vínculo formal com a USP, ou seja, graduandos da própria instituição e estudantes com estágio formalizado junto ao IB-USP ou ao Departamento de Ecologia. Também incluímos aqui monografias de conclusão de curso, independentemente da instituição do aluno.


 

Internacionalização, inserção (local, regional, nacional) e visibilidade do programa

 

Internacionalização

 

Tabela 16 - Síntese dos indicadores de internacionalização do PPGE-USP. NP = Docentes do Núcleo Permanente.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Alunos estrangeiros (mestrado)

5,5

(18%)

4

(12%)

3

(8,8%)

4 (12,1%)

1

(3,0%)

3

(9,0%)

Alunos estrangeiros (doutorado)

4

(9%)

6

(12%)

10 (22,2%)

10 (22,7%)

10 (21,3%)

6,5 (19,6%)

Pós-doutorandos estrangeiros (1)

7,5 (25,5%)

1

(4,3%)

0

(0%)

1

(6,3%)

1

(5,9%)

0,75 (4,1%)

No. de visitantes estrangeiros

18

21

18

19

3

15,3

NP de instituições estrangeiras

4,5 (13,3%)

3

(8,6%)

2

(6,1%)

1

(4,0%)

1

(4%)

1,75 (5,7%)

Impacto relativo na área, FWCI do NP (2)

1,72

1,86

1,91

2,07

1,63

1,88

% NP editores periódicos internacionais (3)

52,3%

62,5%

58,3%

48%

68%

59,2%

No. rev. internacionais editadas pelo NP

19

27

26

21

24

24,5

NP com colaborações com estrangeiros (4)

92,8%

90,5%

91,3%

96%

96%

96%

NP em proj. com fomento internacional

9,3

6

5

6

11

7

Artigos co-autoria com estrangeiros (5)

54

(42%)

56 (48,7%)

64 (48,9%)

69 (59,5%)

70

(44%)

64,8 (46,6%)

Índice de colaboração internacional do NP (6)

1,19

1,17

1,33

1,29

1,26

1,27

1. O total de pós-docs em 2013-2020 foi 46, e em 2017-2020 foram 37.

2. Métrica "Field weighted citation impact" da plataforma SciVal, dos artigos publicados que constam na base, pelos NP.

3. Uma listagem completa de todas as revistas encontra-se no apêndice "Editorias de periódicos", anexado ao Sucupira.

4. Não inclui docentes permanentes sediados no exterior. Ao fim do quadriênio todos os docentes do NP tiveram alguma colaboração internacional

5. Pesquisadores sediados no exterior, mesmo que brasileiros.

6. Métrica "field-weighted collaboration" do SciVal, para as publicações dos NP que constam na base.

 

 

 

Tabela 17 - Indicadores de intercâmbios internacionais por meio de cursos, estágios e eventos no exterior.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Número de visitas (1)

12,8

8

14

12

4

9,5

Número de instituições visitadas(2)

14,0

8

12

8

4

8

Duração média das disciplinas (em dias)

10,7

5

7,5

10

2,2

7.5

Duração média dos estágios (em meses)

7,9

6,5

5,3

5,7

6,0

5,9

Alunos em congresso no exterior (3)

11,5

(15%)

18 (22,5%)

25 (31,6%)

17 (22,1%)

6

(7,5%)

19

(20,9%)

1. Visita para estágio ou curso. Se um aluno fez mais de um intercâmbio e/ou visita curta seu nome é contado duas vezes.

2. Um mesmo aluno pode visitar mais de uma instituição.

3. Uma listagem completa dos alunos que foram a congressos internacionais encontra-se no Apêndice “Atividades de Estudantes no Exterior”, anexado ao Sucupira.

 

 

Tabela 18 - Indicadores de intercâmbios internacionais por meio da participação de docentes de instituições estrangeiras em bancas e comitês de acompanhamento do PPGE-USP.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Estrangeiros em bancas de mestrado*

0,5

2

3

2

2

2,25

Estrangeiros em bancas de doutorado*

1,75

4

2

0

1

1,75

Estrangeiros em comitês de acompanhamento*

6,75

12

13

17

10

13

* Presencialmente ou por meio de vídeo-conferência.

 

 

Inserção Local, regional e nacional

 

Tabela 19 - Procedência e quantidade de candidatos ao mestrado e ao doutorado no PPGE-USP.

 

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

MESTRADO

 

 

 

 

 

 

Número de candidatos brasileiros

26,8

43

34

32

36

36,3

Número de candidatos estrangeiros

4,3

0

4

0

1

1,3

Número de vagas oferecidas

12,3

12

10

12

10

11,0

Relação candidato/vaga

2,6

3,6

3,8

2,7

3,7

3,4

DOUTORADO

 

 

 

 

 

 

Número de candidatos brasileiros

18,3

21

22

23

22

22,0

Número de candidatos estrangeiros

3,3

1

1

5

1

2,0

Número de vagas oferecidas

12,0

13

13

10

10

11,5

Relação candidato/vaga

2,2

1,6

1,8

2,3

2,2

2,1

 

 

 

Tabela 20 - Indicadores de inserção por meio de atendimento de alunos de outras instituições por disciplinas do PPGE-USP ao longo do quadriênio.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Número de disciplinas oferecidas

17,0

13

21

14

12

15,0

Número total de matrículas*

290,8

202

349

240

246

259,3

% de alunos de outros programas

60,0

69,8

70,8

74,6

72,4

71,9

* Todos os números consideram apenas as matrículas levadas a termo, o que exclui desistentes.

 

 

 

Tabela 21 - Indicadores de inserção por meio da participação de docentes do PPGE-USP em bancas de defesa e qualificação em outros programas.

 

Indicadores

Média

2013-2016

2017

2018

2019

2020

Média

2017-2020

Número de bancas

37,5

52

65

57

56

57,5

Número de docentes envolvidos (1)

14,3

22

20

21

15

19,5

Número de instituições atendidas (2)

13,0

17

17

18

16

17,0

Número de estados representados

6,3

10

11

10

8

9,8

1. Estes números não incluem os docentes estrangeiros credenciados no PPGE-USP.

2. Computamos o número de instituições brasileiras nas quais nossos docentes participaram de bancas em geral. Não inclui bancas em qualquer unidade da USP (e.g. IB, EACH, FFLCH, ESALQ).

 

Tabela 22 - Indicadores de inserção por meio da participação de docentes do PPGE-USP como docentes em outros programas de pós-graduação.

 

Indicadores

Média

2013-2016

2017

2018

2019

2020

Média

2017-2020

Número de docentes credenciados (1)

16,0

14

18

17

16

16,3

Número de programas na USP

6,8

6

7

7

7

6,8

Número de programas fora da USP

10,5

8

10

7

6

7,8

1. Não inclui docentes sediados em instituições estrangeiras.

 

 

Tabela 23 - Indicadores de intercâmbios nacionais por meio da participação de docentes externos ao PPGE-USP em bancas de defesa e qualificação e comitês de acompanhamento.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

BANCAS DE DEFESA E QUALIFICAÇÃO

 

 

 

 

 

 

Número de bancas de defesa*

23,3

23

18

14

12

16,8

Número de bancas de qualificação

11

8

12

9

7

9,0

Número de participantes externos

53,8

73

66

55

37

57,8

Participantes/banca

1,6

2,4

2,2

2,4

1,9

2,2

COMITÊS DE ACOMPANHAMENTO

 

 

 

 

 

 

Número de reuniões

69

66

65

60

50

60,3

Número de comitês ativos

68,1

80

79

77

80

79,0

Número de participantes externos

73,5

77

90

107

88

90,5

Participantes/banca

1,1

1,0

1,1

1,4

1,1

1,1

* Incluindo mestrado e doutorado.

 

 

 

Tabela 24 - Indicadores de intercâmbios nacionais por meio de palestras de docentes externos ao PPGE-USP. Uma listagem completa dos palestrantes está no Apêndice “Palestrantes de outras instituições”, anexado ao Sucupira.

 

Indicadores

Média

2013-2016

 

2017

 

2018

 

2019

 

2020

Média

2017-2020

Número total de palestras

18,8

24

41

54

26

36,3

% de palestrantes externos*

60,8

75

52

53

50

55,8

* Estão incluídas aqui apenas as palestras ministradas por profissionais externos ao PPGE-USP, mas de instituições brasileiras.


Outras Informações

 

Saúde mental dos estudantes

 

Tabela 25 - Número de estudantes do PPGE-USP e de todos 6 programas de Pós-Graduação do IB-USP que solicitaram trancamento por motivos de saúde mental.

 

N de estudantes

Agregado

2013-2016

 

 

2017

 

 

2018

 

 

2019

 

 

2020

Agregado

2017-2020 (1)

Mestrado PPGE

1

0

0

1

0

1

Doutorado PPGE

1

2

2

3

3

7

Mestrado IB

5

0

6

7

3

12

Doutorado IB

3

5

3

7

5

15

1. O agregado do período pode ser maior do que a soma dos anos porque um mesmo estudante pode ter solicitado trancamento em mais de um ano