sharonrobinson ozone

O Protocolo de Montreal tem sido um tratado internacional eficiente na prevenção da perda da camada de ozônio e consequente aumento da radiação ultravioleta B na superfície terrestre. Este tratado também tem um papel muito importante na mitigação de mudanças climáticas globais.

Em visita ao Instituto de Biociências da USP, a pesquisadora Sharon Robinson, da Universidade de Wollongong, na Austrália, vai falar sobre as principais conclusões do Relatório Quadrienal do Programa Ambiental das Nações Unidas. O relatório sintetiza informações sobre como mudanças no ozônio estratosférico, radiação ultravioleta e clima interagem e afetam a saúde humana, a qualidade do ar e da água, a biodiversidade e os ciclos biogeoquímicos, assim como atividades econômicas, como agricultura e pesca. Na palestra da pesquisadora, o foco será nas mudanças ocorridas no clima do hemisfério sul devido à depleção do ozônio e em seus impactos potenciais sobre ecossistemas terrestres e aquáticos, incluindo exemplos da Antártida.

Quando: 06/12/2018 (quinta-feira) às 14h

Onde: Auditório Minas 1, do Instituto de Biociências da USP